terça-feira, 17 de novembro de 2009

Singularidades

A definição de "puro" é no mínimo discutível. O que é um puro?
Um "puro" é um genuíno.
Fiel a si mesmo, que não se deixa influenciar por factores externos.
Todos somos influenciáveis - uns mais outros menos -, mas um "puro" é aquele que se mantém sempre fiel aos seus princípios, sejam eles quais forem.
É alguém que não foi "corrompido" pelos movimentos externos, laterais.
Esta "pureza" nada tem a ver com a outra. Não se trata de uma pureza de carácter. Até porque um "puro" pode ser um bom traste.
A enorme vantagem dos "puros", é a de sabermos sempre com o que podemos contar. Não há duplas faces, nem jogadas de bastidores.
O "puro" assume-se sempre.
Se todos fossem "puros", este jogo seria mais equilibrado.

1 comentário:

  1. Agora chamam puro a quem se assume??
    Então és puro ou não?

    ResponderEliminar